Quinta-feira, 10 de Março de 2016

"Estórias" ao acaso

Zeca em Braga

"Certa vez, num 28 de maio, o Zeca foi a Braga, integrado numa delegação de estudantes de Coimbra - os transportes e a bucha, para tais eventos eram de borla.
Grande manifestação ao Marechal Carmona, que a Propaganda sugeria como o "avozinho da Pátria" (o "pai" era Salazar:casado com a Nação). Às tantas, na euforia preparada, o "avozinho" é arrebatado ao protocolo e erguido, bem ao alto, pelos estudantes, entre eferreás!
Zeca no dia seguinte, chegou às aulas ainda emocionado: tinha participado na elevação. Que gozo! "Ó Zeca, não laves essas mãos que estão bentas de lhe tocarem!" dizíamos nós. Anos mais tarde, quando se lhe falava do assunto - "Ó Zeca, e quando andaste com o Carmona ao colo?!" - nem queria crer." (1)

Zeca no Casino Afifense

"A prisão de Gungunhana foi pretexto para um baile grandioso, mas, em 1969, em plena greve de estudantes de Coimbra, José Afonso veio ao casino cantar Os Vampiros, com uma guarda de sete pides à porta. Camilo Ramos, então estudante de Direito em Coimbra, e um dos mentores da iniciativa, foi chamado à polícia sob suspeita de ter canalizado dinheiro para os grevistas a coberto do cachet de oito contos do Zeca." (2)

Na mesma altura Zeca atuou no Monte de Santo António (Afife), que coincidiu com o dia em que o homem pisou o solo lunar e por tal vieram ver esse passo importante à televisão do Casino. Então Camilo Ramos e o José Avelino, contaram como funcionava a associação (Associação do Casino Afifense) e que os sócios pagavam uma quota. E este admirado frisou, que só pelo facto de se pagar uma quota em altura de pouco dinheiro, era muito bom." (3)

Num artigo de Paulo Moura na revista do jornal Público (26fev2006) vem esta prosa sobre a capacidade do Zeca se esquecer das coisas mais elementares:

“No dia combinado, nos finais de Janeiro de 1974, Zeca saiu de casa e esqueceu-se da guitarra. Voltou para a ir buscar e saiu de novo mas esqueceu-se das letras das canções. Voltou a casa. Saiu mas esqueceu-se do passaporte. Voltou e saiu de novo. Zélia [a mulher] levou-o à estação”. (4)

(1) - António dos Santos e Silva - Zeca Afonso antes do mito
(2) - http://www.publico.pt/portugal/noticia/um-casino-na-aldeia-1703020
(3) - http://afifedigital.blogs.sapo.pt/118752.html
(4) - http://industrias-culturais.blogspot.pt/2006/02/pgina-ao-lado-i-na-sua-coluna-de-hoje.html

Foto: Edição espanhola do álbum "Com as Minhas Tamanquinhas" - 1977


publicado por marius70 às 13:38
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
20

21
22
24
25
26
27

28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Luís Arriaga

. 3º Congresso da Oposição ...

. Círculo Mercantil de Sant...

. Praza da Quintana em Sant...

. Círculo Cultural de Setúb...

.arquivos

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds